REVELANDO

A DERMATITE ATÓPICA.

CONHEÇA O

DIAGNÓSTICO CORRETO.

A dermatite atópica ocorre com maior frequência em bebês e crianças, mas também atinge muitos adultos, geralmente afetando quem tem histórico pessoal ou familiar de dermatite atópica, asma ou rinite alérgica,1 alternando momentos de melhora com momentos de crise que podem ser desencadeados por fatores externos.1

Não existe nenhum exame específico para diagnosticar definitivamente a dermatite atópica.

O diagnóstico é clínico e feito pelo médico através do exame da pele ou durante uma consulta de rotina, em que é levado em consideração o histórico médico e familiar do paciente.7

ALGUMAS ESPECIALIDADES MÉDICAS PARA DIAGNÓSTICO:

  • DERMATOLOGIA
  • IMUNOLOGIA
  • PEDIATRIA (no caso de crianças)
DEPOIMENTOS

A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO

D.A. EM NÚMEROS

VOCÊ NÃO ESTÁ SÓ.

Dados gerais sobre a dermatite atópica.

Acomete até
20%
das crianças.1

10% a 30%
dos casos infantis
persistem até
a idade adulta.1
O risco de desenvolver
dermatite atópica é
2 a 3 vezes maior em
crianças com um dos
pais atópico3 e 3 a 5
vezes maior, se ambos
os pais forem atópicos.3

Atinge de 2% a 9%
dos adultos.1
Em 50% dos casos,
os sintomas aparecem
no 1º ano de vida.1
Crianças com dermatite
atópica têm 3 vezes
maior risco de
desenvolver asma ou
rinite alérgica.4
A incidência de dermatite atópica
vem aumentando
de 2 a 3 vezes
nas últimas décadas em países industrializados.1

Dados sobre a dermatite atópica de moderada a grave.

99% dos pacientes sofrem com coceira diariamente.2 50% dos pacientes apresentam sinais de ansiedade ou depressão.2
9 em 10 sentem-se envergonhados ou inseguros.2 8 em 10 dizem que a dermatite atópica influencia a escolha da roupa que irão vestir.2
6 em 10 dizem que a dermatite atópica afeta seus relacionamentos.2 2 em 3 têm coceira por mais de 12 horas por dia.2
1 a cada 2 tem dificuldades para dormir pelo menos 5 noites por semana.2 3 em cada 4 pacientes afirmam que a dermatite atópica impacta no trabalho ou no estudo.2
VOLTAR AO TOPO